Eles/Eles Teaser: Kevin Bacon retorna ao gênero Slasher do acampamento de verão

Eles/Eles Teaser: Kevin Bacon retorna ao gênero Slasher do acampamento de verão

Você pode tirar o menino do matador do acampamento, mas não pode tirar o matador do acampamento do menino. Kevin Bacon era uma jovem estrela em ascensão quando reservou um doce show em um pequeno filme de terror de baixo orçamento sobre um bando de monitores de acampamento com tesão se preparando para a temporada de acampamento na data tradicionalmente azarada de sexta-feira 13. O resto é história! Bacon encontrou sucesso no mainstream logo depois, mas, para seu crédito, não se esquivou do horror nos anos seguintes, aparecendo em coisas como “Tremors”, “Hollow Man” e “Stir of Echoes”. Mas agora ele está voltando para o acampamento neste novo filme da Blumhouse e Peacock chamado “Eles/Eles”, um filme assassino mascarado ambientado em um acampamento de conversa para clientes LGBTQ+.

Isso já é uma história de terror baseada apenas na premissa. O tratamento de conversão gay é notoriamente bárbaro e ineficaz, mas com os recentes ataques legislativos à comunidade LGBTQ+, um filme de terror ambientado em um campo de conversão onde os personagens queer e não binários estão sob ataque físico e psicológico é o mais oportuno possível pegue.

O filme está programado para estrear no Peacock em 5 de agosto de 2022, e eles lançaram o primeiro trailer, que você pode assistir abaixo.

Um Slasher de uma cor diferente

Uma coisa digna de nota, “Eles/Eles” é a estreia na direção de John Logan, um dos melhores roteiristas da indústria. Ele escreveu “The Aviator”, “Gladiator”, “Hugo”, “Skyfall” e um dos melhores projetos não produzidos que eu já li, uma adaptação do roteiro do videogame “Bioshock” que Gore Verbinski deveria dirigir após o terceiro filme “Piratas do Caribe”.

Ser um bom roteirista não significa automaticamente que você será um bom diretor, mas sabemos que o roteiro de “Eles/Eles” deve ser super sólido no mínimo e de vez em quando você vai conseguir um Christopher McQuarrie. desse caminho específico. A partir do trailer, eu já posso ver um pouco de estilo aparecendo, e ele lançou muito bem. Não só você tem Bacon, mas também Anna Chlumsky (“Veep”) e sempre ficarei feliz em vê-la na tela.

A sinopse oficial descreve o filme como “um filme de terror empoderador”, o que também é um alívio. Queremos que nossos personagens gays e queer na tela sejam falhos e vulneráveis, especialmente em um filme de terror, mas também há o perigo de ficar um pouco alegre demais assistindo a um bando de crianças queer serem massacradas. Talvez seja essa a reviravolta? Talvez não sejam os jovens no cepo desta vez, mas sim os mais velhos que comandam o campo de conversão?

Acho que veremos em agosto!