Shueisha quer saber em quais sites de pirataria você lê mangá

Shueisha quer saber em quais sites de pirataria você lê mangá

O serviço MANGA Plus da editora Shueisha permite que os fãs leiam uma seleção de mangás traduzidos legalmente para o espanhol, porém, grande parte da seleção se limita a listar apenas os três primeiros capítulos da obra e os três mais recentemente publicados, por isso é é praticamente um serviço de “atualizar” em vez de “ler o todo” de uma obra. Claro, há exceções para obras completas para leitura, embora isso seja limitado a ocasiões especiais.

Mas hoje não estamos aqui para divulgar este serviço, mas para comentar uma “Pesquisa de Usuários do MANGA Plus” que começou recentemente. Esta pesquisa está disponível neste link em inglês, espanhol, tailandês e francês através da ferramenta “Google Forms”, mas há uma questão em particular que se destaca.

Em uma das seções, o departamento editorial pergunta: “Você já leu um mangá em um site pirata?”, e na próxima seção pede ao usuário que especifique os nomes dos sites de pirataria de mangá que usa.

pirataria

No entanto, aparentemente o departamento editorial quer saber por que os usuários decidem consumir mangá por meios não oficiais, já que na sexta pergunta eles questionam o usuário sobre o assunto.

pirataria

Não é a única referência à pirataria que é feita no questionário, na oitava pergunta é perguntado: “O que você gostaria de ver melhorado no MANGA Plus?”, e a primeira opção escreve: “A atualização em relação aos sites piratas é mais lento.”

pirataria

Mais adiante, na décima quarta questão, afirma-se que os usuários podem ler um mangá na íntegra (apenas na versão em inglês) no MANGA Plus, e se o usuário responder que “não sabia”, então uma das opções do décima quinta pergunta descreve: “Porque eu li em sites piratas.”

Shueisha quer saber em quais sites de pirataria você lê mangá

Fonte: MANGA Plus via VoceSabiaAnime

©︎2019 Shueisha Inc. Todos os direitos reservados.