Categorias
Filmes e Séries

Chernobyl: The Lost Tapes Trailer: Um arrepiante nunca antes visto olhar para uma das maiores tragédias do mundo

Em 26 de abril de 1986, o núcleo do reator nº 4 da Usina Nuclear de Chernobyl, perto de Pripyat, derreteu, causando um acidente nuclear que liberou contaminação radioativa no ar por cerca de nove dias no que ainda é classificado como o pior desastre nuclear da história. , tanto em custo quanto em baixas. Histórias em torno do desastre de Chernobyl foram contadas várias vezes, principalmente na série limitada da HBO “Chernobyl”, aclamada pela crítica. Agora, a HBO está voltando com mais um projeto de Chernobyl, mas desta vez sem a dramatização. Como parte dos documentários da HBO, o cineasta vencedor do Emmy James Jones (“Mosul”) está estreando seu filme “Chernobyl: The Lost Tapes”. Trinta e seis anos após o desastre inicial, “Chernobyl: The Lost Tapes” apresenta imagens de arquivo recentemente descobertas e entrevistas gravadas com aqueles que estavam presentes durante o desastre e subsequente queda, como um meio de mostrar a realidade de quão horrível o Chernobyl desastre realmente foi, e os comprimentos deploráveis ​​que o governo soviético foi na tentativa de encobrir o que realmente aconteceu.

Estima-se que mais de 200.000 pessoas morreram como resultado do desastre de Chernobyl, mas a contagem oficial soviética lista apenas 31. A má gestão soviética da crise utilizou táticas de desinformação e distorção ainda usadas hoje, levou os cidadãos a desconfiar muito das autoridades e contribuiu até o fim da União Soviética. De acordo com o comunicado de imprensa oficial, “Chernobyl: The Lost Tapes” é a “história verdadeira e completa do que aconteceu em uma das tragédias menos compreendidas do século XX”.

Chernobyl: The Lost Tapes Trailer

“Tudo foi documentado. A filmagem foi escondida e as vozes das pessoas foram silenciadas”, diz um cartão de título. “Chernobyl: The Lost Tapes” se concentra não apenas no impacto imediato do desastre, mas nos efeitos de longo alcance que o desastre continua a ter até hoje. O documentário conterá imagens imersivas nunca antes vistas filmadas no local logo após o acidente. “As pessoas pareciam não saber dos perigos potenciais”, afirma uma emissora de notícias. Soldados, pilotos e mineiros foram chamados na missão extremamente perigosa para ajudar a conter a radiação; enquanto isso, o governo soviético estava negando e distorcendo o quão horrível a situação havia se tornado, colocando inúmeras vidas em risco.

O documentário apresenta depoimentos de testemunhas “profundamente pessoais” para contar a história real do que aconteceu e como as pessoas foram enganadas, incluindo Ihor Hodosov, um mineiro; Ihor Pismenskiy, piloto de helicóptero; Oleksandr Sirota, um estudante de dez anos; Lyudmila Ignatenko, cujo marido foi o socorrista; Nikolai Tarakanov, general russo; Oleksiy Breus, engenheiro de Chernobyl; Ihor Yatskiv e Nikolai Kaplin, liquidatários; e Yuri Samoilenko, Engenheiro Chefe Adjunto da Usina de Chernobyl.

“Chernobyl: The Lost Tapes” estreia na quarta-feira, 22 de junho de 2022 (21:00 ET/PT) na HBO e estará disponível para transmissão simultânea na HBO Max.