Enviar muitos torpedos pelo celular faz você ficar mais burro

Estudos realizados para compreender os efeitos dos torpedos SMS comprovaram que eles exercem influência negativa sobre a habilidade de interpretar e memorizar palavras. Aqueles que são viciados em enviar este tipo de mensagens são menos capazes de aprender o significado de novas palavras. Por outro lado, os que têm o hábito de ler livros, revistas e jornais, são mais capazes. Estudantes universitários foram questionados a respeito dos seus hábitos de leitura, incluindo mensagens de texto, e apresentou-lhes várias palavras, tanto reais quando fictícias. A ideia das mensagens instantâneas é que elas encorajam uma linguagem mais livre. Mas os estudos mostraram que isso é um mito.

Durante a pesquisa…

Os que memorizaram melhor novas palavras foram os que conseguiam interpretar seus significados, ou tolerá-las, mesmo que não a reconhecessem. Estudantes que disseram mandar mais mensagens rejeitaram mais palavras, em vez de as aceitarem como possíveis. Os pesquisadores afirmam que ler através de meios tradicionais expõe as pessoas a uma variedade e criatividade maior de linguagem, as quais não são encontradas em torpedos SMS.

Enviar muitos torpedos pelo celular faz você ficar mais burro 1Eles dizem que a leitura encoraja a flexibilidade no uso da linguagem e na aceitação de novas palavras, o que ajuda os leitores a desenvolverem técnicas que permitem que eles gerem novas interpretações. Contrastando com isso, as mensagens estão associadas a uma linguagem rígida, o que faz muitos estudantes rejeitarem muitas das palavras da pesquisa. Isso é surpreendente porque existem muitos usos diferentes nas mensagens, como, por exemplo, a expressão “LOL”. (“LOL” significa “laughing out loud”, que, em português, se traduziria como “rindo às gargalhadas” ou expressões como “hahaha”).

 

Então, tome cuidado!

Enviar muitos torpedos pelo celular faz você ficar mais burro 2Para aqueles que enviam muitos torpedos, é importante aceitar as palavras. Existem muitos termos que representam palavras reais, e são usadas comumente entre aqueles que mandam mensagens. Muitas palavras apresentadas no estudo não são tão conhecidas e não foram identificadas pelos participantes que usavam mais torpedos SMS ou liam menos meios tradicionais.

[the_ad id="1134"]

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *