Seu Curioso

Agora dizem que Shingeki no Kyojin é ‘sexista’

fevereiro 1, 2024 | by seucurioso.com

portada_shingeki-199.jpg

Já faz um tempo desde a conclusão do mangá escrito e ilustrado por Hajime IsayamaShingeki no Kyojin (Ataque ao titã)”, e até hoje continua sendo um dos maiores expoentes do shonen. Embora existam opiniões divididas sobre o final da história, não há dúvida de que os méritos desta franquia são incontáveis, e Ficou na história como um dos melhores mangás da época.

Porém, só porque é considerado um dos melhores não significa que seja “perfeito”, e Parece que em um fórum de comentários a obra voltou a ser tema de discussão devido a um curioso painel que foi apresentado como “sexista”. Tudo começou quando um usuário apontou que alguns pensam que “Hajime Isayama é feminista”:

  • «Vi uma opinião de que a razão de não haver elementos de misoginia em “Shingeki no Kyojin” é porque Hajime Isayama está estudando feminismo, mas não acho que ele esteja estudando isso. Acho que não tenho nenhum interesse pelo feminismo. A razão pela qual não há elementos eróticos nas mulheres na obra da marcha é porque a autora é realista».

E continuou:

  • «Na realidade não existem mulheres soldados que lutem com as coxas e o decote visíveis. No momento em que você coloca algo assim, a obra perde o realismo. Isayama sabia disso e foi por isso que não o fez. Quanto à caracterização, acho que tentar retratar personagens masculinos e femininos igualmente como seres humanos resultou na ausência de misoginia.».

E concluiu:

  • «Um homem que respeita a sua parceira como ser humano não precisa estudar feminismo. São aqueles homens que, assim que encontram uma parceira, possuem algum tipo de filtro estranho que os faz vê-la apenas como mulher antes de vê-la como ser humano, que precisam estudar o feminismo.».

Embora seus comentários tenham sido cheios de elogios ao autor e aplaudindo a “perfeição” de Shingeki no Kyojin em todos os aspectos possíveis, as respostas não demoraram a chegar e uma delas acabou expondo uma cena de “Capítulo 54: Localização do Contra-ataque“, onde onde um pequeno Historia aparece com Frieda Reiss que explica “como ser mulher”apontando para a página de um livro que mostra Ymir:

  • «Eu mesma não dei importância ao fato das personagens femininas da série não possuírem seios grandes ou mal expostos, mas quando li a cena do capítulo 54 da obra original em que Frieda explica à Historia o que significa “ser uma mulher.” Usando o escravo Ymir como referência, meu cabelo se arrepiou.».
  • «Gosto muito de Hajime Isayama, que diz “ser mulher é ser escrava” na obra, e assim que li isso pensei que essa pessoa era mais do que apenas uma feminista».

Claro que tudo isso é dito de acordo com o contexto da história, mas foi o suficiente para que o tema incendiasse as redes sociais em pouco tempo:

  • «Bem, eu acho que eles têm razão».
  • «Afinal, os artistas de mangá pensam de acordo com a época em que vivem, por isso fazem sucesso.».
  • «Masculinidade é ter coragem e feminilidade é ser escrava, não sei o que pensar».
  • «Quando um personagem de um mangá diz algo, é ideia do autor?».
  • «A educação atual ainda indica que as mulheres são escravas do lar».
  • «A mulher é uma escrava que dá à luz filhos, é isso que a história tenta criticar. Então Isayama é feminista?».
  • «O fato de a garota mostrada no livro ser uma escrava só foi conhecido muito mais tarde.».
  • «Frieda e Historia conversam sem saber a verdade sobre o passado de Ymir. É uma perspectiva muito estranha a partir da qual esta crítica é feita.».
  • «Na segunda metade, Shingeki no Kyojin torna-se mais político. Não é o Isayama, é simplesmente por causa da época em que o mangá estava sendo publicado».
  • «Quem lê algo em um mangá e pensa que é assim que o autor pensa, acho que tem um problema.».
  • «Eles estão alterando muito as coisas apenas por sua própria convicção. E é o mesmo que dizer que Isayama é feminista só porque as garotas do seu trabalho não têm peitos grandes, ambos argumentos estúpidos.».
  • «Bem, eu acho que as garotas de Shingeki no Kyojin são feias assim pelo simples fato de Isayama não saber desenhar.».
  • «Concluindo, não é um mangá perfeito. Isayama teria feito bem em escrever a história e deixar outra pessoa fazer o desenho, talvez ele tivesse feito melhor assim.».
  • «Este é um exemplo do tipo de fã que lê Shingeki no Kyojin, a maioria deles tem zero compreensão de leitura.».

Fonte: Yaraon!

RELATED POSTS

View all

view all